Künstliche Intelligenz wird das menschliche Gehirn nicht ersetzen? ¿La inteligencia artificial no reemplazará al cerebro humano? L\'intelligence artificielle ne remplacera pas le cerveau humain ? Artificial intelligence will not replace the human brain? L\'intelligenza artificiale non sostituirà il cervello umano?
Actualidad
Por Alain, la 05.06.2019

Por que a inteligência artificial não substituirá o cérebro humano?

Por que a inteligência artificial não substituirá o cérebro humano?
A inteligência artificial tem feito grandes progressos nos últimos anos, então, eventualmente, substituirá o cérebro humano ou não? Isso é o que nossos especialistas pensam.

A inteligência artificial (IA) é um dos pontos fortes específicos do digital. Envolvido em processos de automação, é popular entre a maioria dos seres humanos. De smartphones (smartphones) a algoritmos de reconhecimento facial, a inteligência artificial está envolvida em vários campos para atender às expectativas de modernização. Para isso, é importante fornecer explicações sobre essa noção que parece complexa para a maioria dos internautas. Como a inteligência artificial é concebida? Quais são seus limites? E o que torna o cérebro humano único?

Como a inteligência artificial é concebida?

Inteligência artificial é um conjunto de códigos escritos em todo um algoritmo. Este último dá origem a um software flexível que é capaz de aprender mais e adquirir novos conceitos. Isto é possível graças à programação que permite aos aplicativos reconhecer e ler textos, imagens, vídeos, arquivos de áudio ...

Inteligência artificial

Inteligência artificial VS cérebro humano

Uma vez que esta etapa esteja concluída, o software é embutido em um computador para que ele possa se acostumar com os recursos e executar comandos facilmente. Para isso, especialistas em computação introduzem grandes quantidades de dados (big data) na memória da máquina e solicitam a realização de uma tarefa específica. Por exemplo, o computador pode ser solicitado a reconhecer um rosto específico de milhares de fotos disponibilizadas para ele. Essa habilidade permite que ele revise uma quantidade impressionante de informações com velocidade. Assim, a máquina torna-se mais capaz de realizar operações com mais precisão e rapidez do que um ser humano.

A importância do algoritmo na inteligência artificial

As ações específicas que o computador executa são induzidas por algoritmos bem definidos. O programa que permite que uma máquina reconheça um rosto difere daquele que fará com que ele identifique a mão de uma pessoa. Assim, para equipar os computadores com diversas funcionalidades, os cientistas da computação combinam diferentes algoritmos para alcançar os objetivos desejados. Essa associação é chamada de 'rede neural de computadores'. Este último obviamente difere do cérebro humano, mas promove a análise de uma variedade de dados.

Inteligência Artificial e Algoritmo

Algoritmos em inteligência artificial

A outra diferença reside no fato de que a operação da rede neural artificial é governada por algoritmos que ligam os dados uns aos outros. Além disso, a execução de tarefas complexas pode exigir o uso de várias redes neurais. Assim, assim que o computador aprende a reconhecer um rosto, ele será capaz de identificá-lo novamente mesmo que sofra algumas alterações.

Em suma, as possibilidades da inteligência artificial são infinitas. É suficiente que ele tenha dados suficientes e uma grande capacidade computacional. São essas inovações que levaram à automação em grandes empresas e trouxeram robôs para substituir a força de trabalho. Máquinas com inteligência artificial também podem realizar trabalhos de precisão de natureza 'perigosa' para humanos. Estes incluem a descontaminação de minas ou limpeza de áreas afetadas por ogivas nucleares.

Pode substituir o cérebro humano?

A inteligência artificial está presente em muitas áreas. Isso torna mais fácil para os homens realizarem suas tarefas. Seja na medicina, finanças ou educação, a IA é uma ajuda crucial para especialistas. Além disso, com o desenvolvimento da ciência, essa forma de inteligência promoverá a mobilidade dos idosos nos próximos anos. No entanto, a inteligência artificial não pode substituir a inteligência humana. Na verdade, continua a ser a referência em termos de supercomputador no mundo e usa muito pouca energia para operar. Em contraste, máquinas sofisticadas consomem grandes quantidades de energia para o atendimento de pedidos.

O que torna a singularidade do cérebro humano?

O cérebro humano é muito complexo e é, até agora, objeto de pesquisas avançadas em neurociência. Tem bilhões de neurônios que lhe dão a capacidade de realizar cálculos que nenhuma máquina pode fazer. Além disso, as concepções dos homens ainda não se parecem com o cérebro humano, porque a totalidade das habilidades do cérebro humano ainda permanece um mistério para a ciência.

© 2019 - Ihavefind.com